Buscar
  • Sistema do Perito

Perícias em audiovisual e eletrônicos, como funcionam?

Uma grande parcela dos crimes cometido hoje em dia possui registros em mídias eletrônicas, portanto, deve haver perícia para investigar todos os registros em áudio, vídeo e imagem, arquivados nos mais diferentes dispositivos, como CDs, DVDs, pen drives, cartões de memória, celulares, computadores, etc. O objetivo é gerar provas concretas e seguras em um processo judicial.


Na mesma medida em que a tecnologia avança para a completa averiguação dos dados, os criminosos também seguem com seus recursos na tentativa de fraudar evidências, por isso, todas as provas devem ser analisadas por um perito técnico em audiovisual a fim de garantir a confiabilidade nas investigações de evidências eletrônicas. Portanto, é necessário ao perito constante atualização e capacitação em novas metodologias de investigação.


Para analisar os arquivos que estão em investigação, os peritos fazem uso de várias ferramentas, equipamentos eletrônicos e softwares especializados em análise forense e edição, legitimidade de conteúdo e fonética da voz. Algumas das principais perícias audiovisuais para identificar crimes e seus autores:


Análise de comparação de locutor


Indica quem é o autor da voz em registros telefônicos e gravações em outras mídias. A análise é feita por meio de espectograma, de variações linguísticas e características articulatórias.

A autenticidade do áudio é analisada por software que removem os ruídos e identificam possíveis edições, acréscimos de palavras e variações no tom de voz. Na fase de transcrição da conversa, os peritos realizam a comparação auditiva, que permite reconhecer características da fala, como sotaques, vocabulário, respiração, entonação e outras características de fala. Tudo isso é feito por meio dos gráficos fornecidos pelo espectograma.


Análise de conteúdo de imagens


Identifica detalhes com precisão de imagens e vídeos, além de verificar se houve edição ou algum tipo de adulteração no material.


Análise de verificação de edição


Avalia a veracidade de um registro e detecta se houve algum tipo de adulteração ou manipulação dos arquivos, como a inclusão ou exclusão de conteúdos de imagens, textos, áudios, vídeos que estejam sob investigação.


O perito precisa fazer a análise minuciosa para que possa gerar um laudo fiel e verdadeiro dos fatos. Portanto, a investigação precisa ser segura e confiável.

Neste ponto, além da análise de todo o conteúdo, a elaboração do laudo, o perito precisa identificar possíveis fraudes nas provas apresentadas.


E, com o aumento de cybercrimes, esta é uma área com potencial enorme de crescimento. Quem sabe se este não seja o futuro da perícia. Bem, nós já nos antecipamos e criamos a ferramenta que te ajuda no seu trabalho, organizando seus processos, otimizando suas demandas e tudo isso de forma fácil e intuitiva. Acesse o nosso site e conheça mais sobre o Sistema do Perito!





3 visualizações0 comentário